Por: Portal da Saúde

Se nunca tentaste comer um kiwi, pode ser que comeces a ir ao supermercado, depois de ler todas as formas como o kiwi pode melhorar a tua saúde. Isto porque a nutrição do kiwi fornece uma quantidade incrível de benefícios para a saúde!

Por exemplo, sabias que o kiwi é um dos alimentos mais cheios de vitamina C? É verdade. Na verdade, apenas uma chávena de kiwi fornece quase 275 % da dose diária recomendada de vitamina C.

Os fitonutrientes benéficos do kiwi, combinados com a fantástica formação de vitaminas e minerais, fornecem uma deliciosa fruta nutritiva com uma lista impressionante de benefícios para a saúde.

Unknown

 

flor

10 benefícios da nutrição do kiwi

Esta poderosa fruta antioxidante tem quantidades significativas de mais de 20 nutrientes vitais. Os kiwis são baixos em calorias, mas dão muita energia, tornando-os uma ótima opção para as pessoas que tentam perder peso. A nutrição do kiwi é super saudável para o coração, graças aos altos níveis de potássio e de vitamina K. Os kiwis reduzem comprovadamente, os sintomas associados às doenças respiratórias superiores, bem como doenças digestivas, como a síndrome do intestino irritável.

A nutrição do kiwi tem elementos que ajudam no crescimento e manutenção dos ossos, na saúde dos olhos e da visão, e podem até ajudar-nos a dormir melhor! Entre tudo isto, temos ainda os seguintes 10 benefícios:

1. Fonte Incrível de Vitamina C, E e Antioxidantes

Uma das razão pelas quais o kiwi é um inegavelmente super alimento é porque é um alimento antioxidante poderoso, que combate o dano dos radicais livres.

Num estudo realizado pelo Departamento de Toxicologia Química, Divisão de Medicina Ambiental do Instituto Norueguês de Saúde Pública, o kiwi foi complementado numa dieta normal e mostrou que com apenas um a dois kiwis por dia, houve uma diminuição acentuada no dano oxidativo interno. Uma grande razão para isso é o facto de os níveis de vitamina C nos kiwis superarem os das laranjas e oferecerem benefícios que ajudam a reparar e manter uma série de tecidos e sistemas corporais. Além disso, o teor de vitamina E do kiwi é livre de gordura e um componente forte na redução do colesterol e na luta contra os radicais livres. Os altos níveis de vitamina C e E, ambos antioxidantes naturais, torna o kiwi é também rico em polifenóis que possuem uma actividade imune estimuladora, ou seja, induzem uma resposta do sistema imunológico.

20190829-beneficios-kiwi

2. Contrai o envelhecimento e melhora a saúde da pele

O colagénio é a proteína mais abundante nos nossos corpos e o bloco de construção que mantém a pele, músculos, ossos e tendões. Ele desmorona à medida que envelhecemos e depende da vitamina C, que sabemos que o kiwi possui muito. 

De acordo com pesquisas publicadas no Journal of Cellular Physiology, os polissacarídeos do kiwi são capazes de duplicar a síntese de colagénio no organismo, em comparação com condições normais, nas quais reduz à medida que envelhecemos. O Kiwi também é anfitrião de um carotenoide e antioxidante chamado luteína, que é incrivelmente benéfico para a saúde da pele, protegendo a pele da luz UV, acrescentando assim ainda mais um benefício de nutrição no kiwi.

3. Melhora a Saúde Respiratória

Kiwi e outras frutas com alto teor de vitamina C foram utilizadas com sucesso para tratar uma série de doenças respiratórias. Dois estudos mostraram reações benéficas em adultos e crianças, que sofrem de asma e outras doenças respiratórias, assim como de infecções, depois de adicionar kiwis às suas dietas. Ambos os estudos concluíram que a fruta foi capaz de aumentar a concentração de vitamina C no organismo, reduzindo os sintomas dos pacientes, incluindo diminuição da sibilância, dores de cabeça e duração da dor de garganta.

4. Bom para a visão e prevenção de doenças oculares

O fornecimento de luteína da nutrição do Kiwi não só protege a pele, como também é um poderoso fitoquímico que pode prevenir muitas doenças nos olhos, incluindo a degeneração macular relacionada com a idade. A luteína é capaz de proteger os olhos através da filtragem de luz UV prejudicial de onda curta.

O Kiwi tem 171 miligramas de luteína em cada fruta, que é substancialmente maior do que quase qualquer outra fruta. Juntamente com a luteína, o kiwi possui um óptimo suprimento de outro carotenoide, a vitamina A, que também é bastante benéfico para a melhor saúde ocular.

5. Ajuda na Digestão

O Kiwi mostrou-se promissor como um tratamento de distúrbios intestinais e digestivos. Vários estudos mostraram que o kiwi ajuda a reduzir as complicações relacionadas com a síndrome do intestino irritável, bem como doenças inflamatórias intestinais. Os resultados dos estudos sugerem que a adição de kiwi às dietas dos pacientes introduziu antioxidantes e fibras, que foram capazes de produzir resultados anti-inflamatórios, bem como melhorias gerais na função intestinal.

6. Melhora o Sistema Cardiovascular

Não há dúvida de que o kiwi é um superstar saudável para o coração. Um kiwi ao dia pode proporcionar um menor risco de acidentes vasculares cerebrais, coágulos sanguíneos e doenças cardiovasculares.

O potássio no kiwi ajuda a baixar a pressão arterial, neutraliza o sódio no corpo e é um vasodilatador, relaxando os vasos sanguíneos em todo o corpo. A fibra encontrada no kiwi também é muito saudável para o coração, juntamente com a vitamina K, que é capaz de prevenir o acúmulo de cálcio nas artérias e, portanto, capaz de reduzir o risco de ataques cardíacos.

Estudos têm demonstrado que as pessoas que regularmente consomem kiwi têm 15% mais baixos os níveis de triglicerídeos em comparação com aqueles que não o consomem. O Kiwi também é uma óptima fonte de omega-3, magnésio, vitamina E e cobre, o que ajuda a manter o sistema cardiovascular a funcionar corretamente.

7. Manutenção e reparação de ossos

O suprimento substancial de vitamina K presente no Kiwi é necessário no nosso corpo para mais do que apenas artérias saudáveis. A vitamina K é necessária para que o cálcio seja usado para os nossos ossos, razão pela qual uma deficiência de vitamina K pode ser extremamente problemática. Estudos sugerem que dietas ricas em vitamina K podem melhorar a saúde óssea e reduzir o risco de lesões relacionadas, como a osteoporose.

8. Ajuda com problemas de sono e insónias

Outro benefício na nutrição do kiwi é a componente de serotonina. A serotonina pode ser a razão pela qual a fruta tem uma reputação de longa duração pelas suas habilidades de ajuda com o sono. A serotonina no kiwi mostrou aumentar o tempo de sono e a eficiência do mesmo de a 5% a 13% respectivamente. Assim, se não conseguirmos dormir, o kiwi pode ajudar. Há também evidências que sugerem que a serotonina  pode também ajudar a aumentar a memória e o humor e até mesmo ajudar com a depressão.

9. Efeitos anticancerígenos

As árvores na família de actinídea (kiwi) foram usadas como plantas medicinais na China há muitos anos, tratando doenças como dor nas articulações, pedras da bexiga e cancro do fígado e esófago. Tanto a fruta quanto as raízes do kiwi provaram efeitos inibitórios no crescimento de células de cancro de fígado, pulmões e cólon humano. Graças ao teor de polissacarídeos e à abundância de antioxidantes encontrados na nutrição do kiwi, este é um alimento anti-tumoral e redução das células cancerígenas.

Estas são as razões pelas quais os kiwis estão entre alguns dos melhores alimentos disponíveis na natureza para combater o cancro. 

10. Capacidades antifúngicas e antibacterianas

Ambos os kiwis verdes e dourados mostraram capacidades antifúngicas e antibacterianas em vários estudos. A maior actividade antibiótica foi encontrada nas sementes, que são comumente consumidas com a fruta por causa do seu pequeno tamanho.

O kiwi dourado contém uma proteína chamada actinchinina, que é conhecida pelas suas capacidades antifúngicas. Os extratos do kiwi mostraram actividade antibacteriana contra várias cepas bacterianas. Estas capacidades podem também podem ser conectadas ao grande número de antioxidantes na fruta. 

flor

Kiwi vs Laranja

Ambos conhecidos pelo seu alto teor de vitamina C, kiwis e laranjas são opções óptimas e saudáveis para adicionar à nossa dieta. Existem contudo algumas diferenças nos benefícios nutricionais entre o kiwi e a  laranja.

Semelhanças:

  • Ambos têm fortes capacidades antioxidantes e poder imunológico, graças a altos níveis de vitamina C e outros nutrientes;
  • Ambas as frutas são capazes de ajudar com problemas de digestão. As laranjas podem actuar como diuréticos e ajudar a extrair toxinas do aparelho digestivo;
  • Kiwi é um alimento anti-inflamatório e ajuda a diminuir os sintomas de doenças digestivas;
  • Ambos possuem capacidades antibacterianas e antimicrobianas;
  • Ambos são saudáveis para o coração, devido à sua capacidade de baixar a pressão arterial e reduzir o risco de doenças cardíacas;

Diferenças:

  • O kiwi tem mais açúcar;
  • As laranjas são um redutor de dor  e anti-inflamatório mais poderoso;
  • O kiwi comprovou capacidades na construção e manutenção de ossos, e desempenha um papel importante na prevenção ou redução de doenças oculares e do sistema respiratório;
  • As laranjas podem ser usadas como agentes de limpeza antibacterianos;
  • O kiwi combate o envelhecimento e os radicais livres com mais do que apenas vitamina C, possuem também quantidades substanciais de vitamina A e luteína;
  • As laranjas são um protector comprovado para a saúde bucal, graças às suas capacidades antimicrobianas;

flor

Nutrientes do Kiwi 

Um grande kiwi fresco e cru sem pele tem aproximadamente:
emagrecer-com-kiwi_19247_l

  • 56 calorias
  • 13 gramas de carboidratos;
  • 1 grama de proteína;
  • 0,5 gramas de gordura;
  • Fibra de 2,7 gramas;
  • 84,4 miligramas de vitamina C (141% DV);
  • 36,7 microgramas de vitamina K (46 % DV);
  • 284 miligramas de potássio (8% DV);
  • 1,3 miligramas de vitamina E (7% DV);
  • 0,1 miligrama de cobre (6% DV);
  • 22,7 microgramas de folato (6% DV)

flor

História do Kiwi 

O kiwi, também chamado de groselha chinesa, vem em variedades diferentes – kiwi dourado e kiwi verde sendo o mais popular. Eles são facilmente adicionados a saladas de frutas, sumos e outras deliciosas refeições e lanches, e são também excelentes por conta própria. A fruta é doce, cremosa e deliciosa. Mas será que conseguimos comer a pele do kiwi? A sua pele difusa é semelhante à de um pêssego, e a fruta pode ser apreciada com ou sem ela.

O kiwi tem uma longa história de mudanças de nome. O nome chinês original, yang tao, significa “pêssego de morango”, e foi posteriormente substituído pelo nome de “groselha chinesa” por europeus. Quando o kiwi foi exportado pela primeira vez da China, ainda era referido como de groselha chinesa. Foi apresentado à Nova Zelândia na viragem do século XX e depois foi lá cultivado. Quando a fruta começou a ser exportada da Nova Zelândia, havia um imposto de exportação sobre frutas. Foi então que o nome foi alterado para kiwi para evitar o imposto e apelar para um novo mercado. Foi nomeado por comparação ao pássaro kiwi, nativo da Nova Zelândia, que também é pequeno, acastanhado e distorcido.

O kiwi é cultivado numa árvore de kiwi, um arbusto arborizado, que pode atingir 30 metros de altura. Em 2012, a Itália foi o principal país produtor do kiwi no mundo, com a Nova Zelândia bastante perto.

Como comprar e preparar Kiwi?

A temporada do kiwi estende-se de Novembro a Abril, mas geralmente, este pode ser encontrado em lojas de alimentos durante todo o ano. Se armazenado correctamente, o kiwi pode ser transportado até oito semanas após a colheita.

Ao comprar kiwi, o tamanho geralmente não é indicativo da qualidade. O kiwi marroquino é rijo e ainda não está no seu pico de doçura. Se não planeias comer o kiwi dentro de alguns dias, escolhe um que esteja rijo.

Os kiwis podem ser armazenados em casa à temperatura ambiente ou no frigorífico. Colocar a fruta num saco de papel pode acelerar o amadurecimento para quatro a seis dias. Adicionar uma maçã ou banana a esse saco acelera o processo ainda mais. Um kiwi maduro possui mais antioxidantes.

Ao preparar o kiwi, pode decidir-se comer a pele ou removê-la. A textura difusa é estranha para alguns, mas outros comparam-na à pele de uma pêra ou de um pêssego. A maneira mais fácil e rápida de descascar um kiwi é cortar cada extremidade e deslizar uma colher ao redor da borda para remover o restante.

O Kiwi pode ser comido cru, usado em produtos cozidos e pastelaria, feito em sumo. A proteína actinidaina, presente nos kiwis, cria uma reação enzimática que é capaz de cozinhar os alimentos.

A presença desta proteína também faz do kiwi um ingrediente que pode ser adicionado aos pratos que incluem produtos lácteos, como creme chicoteado ou sobremesas à base de gelatina, já que os transforma, o mesmo é válido para as saladas de frutas. 

O kiwi pode ser apreciado de muitas formas:

  • Corta-o pela metade e desfruta de uma tigela natural de bondade verde;
  • Mistura-o num sumo saudável;
  • Congela kiwi em pedaços para um deleite no verão;
  • Mistura kiwis em frutas ou saladas verdes;
  • Mistura o kiwi no teu iogurte favorito;

Alergia ao Kiwi

  • A alergia ao kiwi é muito comum e responsável por 10% de todas as reações de alergia alimentar em crianças. Pessoas com alergias ao látex e outras frutas como abacates e bananas devem ser especialmente cautelosas. A alergia ao kiwi pode resultar num síndrome de alergia oral, urticária (do consumo ou contacto), inchaço, comichão nos olhos, irritação do nariz e boca e anafilaxia, que pode ser fatal;
  • Todas as pessoas que tomam betabloqueadores devem consumir kiwi com moderação, pois o potássio encontrado na fruta pode alterar os níveis de potássio em níveis superiores aos saudáveis. Aumento do potássio pode ser prejudicial aos rins, especialmente para aqueles com doença renal;
  • O kiwi também tem a capacidade de retardar a coagulação do sangue em algumas pessoas e pode afectar negativamente pessoas com distúrbios hemorrágicos;
  • Se fores operado/a, recomenda-se que pares de consumir kiwi pelo menos duas semanas antes da cirurgia;